Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Projeto do vereador Romildo Protetor estabelece direitos a cães e gatos comunitários em Erechim
Segundo Romildo, a iniciativa servirá de incentivo à adoção responsável, apadrinhamento e disponibilização de lar temporário a animais em situação de risco.
Giulianno Olivar/Assessoria Câmara de Vereadores Erechim
por  Giulianno Olivar/Assessoria Câmara de Vereadores Erechim
24/08/2021 17:20 – atualizado há 6 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Não é de hoje que a causa animal ganha cada vez mais defensores e mobiliza o poder público em todas as esferas. Em Erechim não é diferente, e os representantes do Poder Legislativo mostraram, na sessão ordinária da última segunda-feira (23), que estão atentos a este importante debate, aprovando o projeto de autoria do vereador Romildo Protetor (MDB) que estabelece uma série de diretrizes e direitos referentes a cães e gatos comunitários no município. O projeto aguarda sanção do Poder Executivo para passar a vigorar.

“A proposta versa sobre animais que não contam com tutor definido que se integra à vida de uma comunidade de forma a estabelecer com seus membros laços de afeto e dependência recíprocos, que lhe garantem abrigo e condições de sobrevivência”, explica o parlamentar proponente, frisando que, apesar dos avanços recentes em relação à legislação, os animais continuam discriminados pela indiferença humana. Segundo o texto aprovado em plenário, cães e gatos comunitários terão direito a apadrinhamento pelo município e pelos cidadãos, que contribuirão para o seu bem-estar garantindo comida, água, abrigo, vacinas, esterilização e zelo pela saúde, bem como a devida identificação e contato do(s) tutor(es) em coleira.

Segundo Romildo, a iniciativa servirá de incentivo à adoção responsável, apadrinhamento e disponibilização de lar temporário a animais em situação de risco. “As estatísticas de animais abandonados e vítimas de maus tratos vêm ocorrendo de forma inaceitável. Assim, considerando que muitos municípios já adotaram o programa de cães e gatos comunitários, com o objetivo de manter o animal livre, porém castrado, vacinado e cuidado, consideramos que esta alternativa é viável em Erechim”, afirma.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...